Viseiras 3ªlinha. Kits protecção para usar com hastes de óculos. Quer fazer os seus?

Este modelo económico permite a adaptação de viseiras de acetato aos óculos do utilizador ou outros. Quem produza em 3D e tenha corte por laser pode poupar imenso tempo e material a fazer este modelo simples. O objectivo é ter soluções rápidas, viáveis e polivalentes. Contactem-me todos aqueles que precisam dos ficheiros para produzir este modelo. Através do Grupo de voluntários COVID ANGOLA, disponibilizamos os acessórios a todos os da linha da frente – gratuitamente.

Miguel Gonçalves

+244928982998 whatsapp

Quer produzir viseiras connosco?


Esta solução consiste em produzir suportes de acetatos (viseiras) em resina poliester. Com moldes e vazamento desta matéria obtemos um EPI funcional que se ajusta à nuca com um elástico.

O Miguel Gonçalves desenvolveu uma solução que não depende de uma impressora 3D.

Se estiver interessado, envie-nos um email para: viseiras.covid.ao@gmail.com

AS NOSSAS VISEIRAS


ID do modelo 3DPX-013306

Categoria Equipamentos de laboratório e dispositivos

Equipamentos de proteção para médicos, enfermeiros e outros profissionais de contacto com a população.

Projectado pela 3DVerkstan, um modelo que possibilita a produção de suportes, com acetatos de tamanho padrão.

Rápido para imprimir, fácil de montar.

Usando folhas de plástico prontamente disponíveis com o mínimo de modificação possível e apenas as ferramentas comuns usadas.

Todos os recursos imprimíveis com tamanhos de bico de até 1 mm e alturas de camada de até 0,5 mm

Proteção contra gotejamento acima dos olhos Imprimível em menos de 20 minutos

Sem tolerâncias apertadas que exigem impressoras bem ajustadas.

Design que funciona igualmente bem com os materiais mais comuns (PLA, CPE, PETG, ABS etc.)

A viseira é testada e aprovada por funcionários em todo o mundo, mas existem muitas regulamentações diferentes em relação aos suprimentos médicos, por favor, certifique-se de seguir as diretrizes de autoridade aplicáveis ​​em sua região.

Este modelo foi aprovado pela equipe do Columbia University Medical Center / New York-Presbyterian Hospital, que atualmente usa centenas deles.